Conto medieval


PARTE I
Minha princesa, minha doce princesa, pequena donzela, com seus cabelos cor de ouro e olhos cor do céu. Minha princesa que espera sempre o meu retorno nos degraus de pedra do seu palácio esplendoroso. Doce, doce princesa com seu sorriso acanhado e olhar caloroso. Minha donzela, esperes por mim aos pés do coração que deixei contigo. Não hei de demorar, doce princesa, meus suspiros lamuriosos não hão de sustentar-me por muito tempo. Preciso vê-la, preciso de ti. Você, com teus olhos que viraram meu elixir e com teus lábios que são o meu mel. Minha princesa, não deixe que minha ausência sirva para tirar-me dos teus pensamentos que hão de ser a única coisa que, de ti, levo comigo. As estradas desconhecidas e tentadoras não farão com que eu parta sem ter minhas mãos envoltas nas tuas com a promessa de me seguir para onde for. Princesa, não me esqueças, pois, de ti, nem a cor dos olhos me foge. Minha princesa, minha donzela, minha mulher. Há de amar à mim, que não sou príncipe ou rei, eu que não sou nada além de guerreiro, herói de guerra, homem sem posses que carrega apenas cicatrizes e coragem? Doce princesa, há de me querer mesmo assim?

PARTE II
Guerreiro dos olhos escuros e mãos calejadas, pele bronzeada e sorriso encantador, corajoso guerreiro, há de ser fiel à tua princesa? Aquela que lhe espera à espreita, nos pilares do castelo, atenta, crendo que qualquer barulho é o bater dos cascos do teu cavalo contra o solo seco na frente do palácio? Herói de batalhas incontáveis, domador de feras, você, homem comum, há de amar à mim com o mesmo fervor que eu? Tomou-me o fôlego no instante que avistei a ti pela primeira vez. Há, você, homem bruto, possibilidade de sentir o mesmo? Desejo, meu guerreiro, que tu sejas leal e fiel a mim como eu sou a ti. Não és príncipe, não possuis ouro ou riquezas, mas não é isso que me importa. Não me interessas em nada a cor do teu sangue. De ti, guerreiro, só quero o amor, a paixão. E, para mim, tua princesa, isso basta.

PARTE III
Cavalgo o mais rápido que me atrevo. Anseio encontrar o teu olhar, minha senhora, minha amada senhora. Há de ficar tão encantada em me ver também? A brisa refresca-me e meu olhar encontra o palácio de pedra e mármore em que você deveria estar. Estás lá, princesa? Tu me esperas? Posso ver os degraus, mas minha vista não alcança tão longe para ter certeza de que és tu. Faço com que o cavalo vá mais depressa. Teu sorriso, teu olhar, é tudo que motivas este guerreiro a retornar ao castelo que não é dele em vez de ficar nas terras de ninguém, iniciando seu próprio reino. Não. Este guerreiro aqui precisa tornar a casa e ver sua senhora a cada vez que sai. Se parto, fico sem ti, se fico sem ti, não posso viver.

PARTE IV
Eu o vejo, meu cavaleiro, com os cabelos pretos ao vento, os olhos escuros fitando ao longe, procurando alguém. Seria à mim, a pessoa que tanto anseias em ver? Saio, caminho rápido, descendo os degraus que, hoje, só me atrasam. E eu sorrio, pois sua imagem é mais do que minha mera e egoísta ambição. É, sim, minha razão, meu juízo, meu amor e, disto, estou completamente certa. Você me vê, nobre herói, e meu coração cambaleia quando tu paras o cavalo e salta de cima do mesmo, sorrindo, vindo de encontro à mim, tua princesa. Meu cavaleiro carrega olhos penetrantes que perfuram a minha alma, que esbanjam tal sabedoria que jamais vi em rei ou príncipe. Teus braços circundam minha cintura e me trazem para mais perto de ti. Sorrio mais. És, de fato, o meu guerreiro e de mais ninguém. Toma, herói, és meu coração que entrego a ti com a confiança e amor que transbordam de meu peito. Sou tua, meu honrado cavaleiro, guerreiro de tantas batalhas, sossegas agora, meu homem, acalma-e, pois agora reina paz. A paz do amor, a paz dos povos. Sou tua, tua princesa, tua mulher.

Comments
5 Responses to “Conto medieval”
  1. [AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA]

    AMANDIS!!!! VOCÊ ARRASOU, GATA!!! *00000000000000000000000000000000000* ISTO ESTA PERFEITO!!! ♥♥♥♥♥♥♥ PARABÉNS, DIWA!

  2. OMG, Julis, obrigada *----------* Você que é diwa! :)

  3. Que nadas Amandis! Isto aqui esta mesmo perfeito!

  4. ME DIGA PORQUE EU SÓ TÔ LENDO ISSO AGORA!?
    Muuito lindo Amanda! *--* Muito lindo MESMO! Está de parabééns!

Leave A Comment